26.10.07

16.10.07

Quem quer ter editora?

Num passado ainda recente, qualquer banda ou artista ambicionava assinar contrato com uma editora discográfica. Actualmente, muitos consagrados estão a desligar-se de compromissos e a assumirem o controlo das edições das suas novas canções. E, cada vez mais, surgem novos talentos que aparecem e se tornam conhecidos através da Internet.

A indústria discográfica, tal como a conhecemos, morreu, mas as editoras ainda não o sabem. Todavia, a certidão de óbito já está passada. Não chegou foi ao conhecimento oficial dos defuntos porque as certidões teimam em permanecer numa qualquer caixa de correio. A atitude tem sido semelhante à de muitos portugueses que não levantam cartas registadas nos correios porque temem más notícias.

Os últimos anos têm sido passados com a indústria dos discos a diminuir receitas e a despedir trabalhadores. Simultaneamente, assistimos, na Internet, a um consumo crescente de música tanto através do recurso a esquemas piratas como a compra de música em formato digital. E, sobretudo, muita gente escuta música gratuitamente nos sites dos próprios artistas ou nos populares youtube ou myspace. Porém, o negócio do disco aproxima-se do momento do “estoiro” em que “dará o berro” aproximando-se da situação das vendas dos discos de vinil para coleccionador comprar.

Muitos músicos já anteciparam esta tendência porque sabem que as possibilidades promocionais da Internet estão anos luz à frente das complicadas guerras de bastidores que ocorrem em corredores de editoras. Agora, os músicos podem controlar toda a actividade, incluindo a promoção, distribuição e comercialização dos seus trabalhos. Numa loja virtual, uma edição via multinacional é igual a uma edição de autor e todos conseguem colocar os seus temas à venda. Mesmo considerando que essas receitas serão menores do que aquelas que no passado se conseguiam com as vendas de discos, as contrapartidas são evidentes se constatarmos a possibilidade de atingir outros públicos e, assim, aumentar o número de concertos ao vivo. O segredo do sucesso e da viabilidade financeira em Portugal passa e sempre passou pelos concertos ao vivo. Quanto mais divulgado for um trabalho, maior o número de concertos e maior a receita que se irá realizar.

A única hipótese das editoras é conseguirem compreender os ventos de mudança e operarem significativas adaptações ao mercado dos dias de hoje. Tal como, em nome da sobrevivência, o negócio da PT se tem diversificado, também as editoras o terão de fazer. É inevitável.

O disco está à beira do fim e eu serei um dos poucos clientes no nicho de mercado dos coleccionadores.


Texto publicado no blogue "Canal Maldito".

14.10.07

No caminho sob as estrelas (3)

A Miróbriga presente na Exposição "No caminho sob as estrelas" que decorre na Igreja Matriz de Santiago do Cacém até final de Novembro. O Comissário-Geral da Exposição, José António Falcão, em conversa com Paulo Ferreira.

7.10.07

Banco de Ensaio nº 42
Colbie Caillat - Coco

Colbie Caillat - CocoFruto do sucesso alcançado com a colocação de temas no popular portal myspace, Colbie Caillat despertou a atenção do meio musical e lançou em Julho de 2007 o seu primeiro álbum, “Coco”, que inclui a canção de sucesso “Bubbly”.



Banco de ensaio nº 42 transmitido no programa Atlântico da Antena Miróbriga em 06/10/2007

Site: www.colbiecaillatmusic.com
MySpace: myspace.com/colbiecaillat

Ver vídeo

Banco de Ensaio nº 41
Peter Himmelman - The Pigeons Couldn't Sleep

Peter Himmelman - The Pigeons Couldn't SleepNem sempre o sucesso acontece quando se espera e muitas vezes uma promessa nunca deixa de o ser. Desconhecido entre nós mas com uma carreira sólida e multifacetada, vageando entre música para crianças e música para adultos, o experiente Peter Himmelman nunca deu o salto para um estatuto de estrela apesar de lá ter estado muito perto, incluindo nomeações para prémios como os prestigiados Emmys.


Banco de ensaio nº 41 transmitido no programa Atlântico da Antena Miróbriga em 29/09/2007

Site: www.peterhimmelman.com
MySpace: myspace.com/peterhimmelman

Ver vídeos